O SEDUTOR SOCIALISTA

by 10.11.14 2 comentários


Ele chega como quem não quer nada, mostra sua aparência invejável, vai te seduzindo com um papo encantador e sem que você perceba fará parte da sua vida, ditará suas ações e lhe mostrará grandes planos para o futuro. No entanto, a qualquer custo tentará esconder seu tenebroso "passado" manchado de sangue. Apresento-lhes o Socialismo.
O discurso socialista da igualdade de oportunidades e da descentralização do poder econômico é muito bonito e sedutor, mas não passa de um discurso utópico e sentimentalista que esconde a verdadeira face do socialismo real que é aquele que, de fato, é posto em prática por todo o mundo. Para o historiador Gilberto Cotrim, trata-se de um "socialismo autoritário", devido ao terror político implementado pelos diversos regimes socialistas que existiram e ainda permanecem em alguns países no mundo. Somando por baixo, os regimes socialistas que se instalaram na URSS, China, Camboja, Coreia do Norte, Vietnã, Cuba e Etiópia, são responsáveis diretos pelo assassinato de cerca de 15 milhões de pessoas (essa é a estimativa mínima, pois pode chegar a mais de 100 milhões), e se for contado as mortes indiretas causadas pela miséria, violência civil, e demais fatores sociais gerados por esses regimes o número vai às alturas.
Apoiado na defesa contra o Capitalismo, que julgam ser um modelo econômico onde um pequeno grupo de burgueses concentram grande parte do capital explorando a grande massa pobre, o socialismo mantém essa ideia medieval de que se alguém ganha dinheiro ele está obrigatoriamente fazendo com que outros percam, o que já deixou de ser uma verdade há muito tempo. É fato que em sociedades passadas, onde a economia era fechada, para que alguém enriquecesse outros teriam que empobrecer. No entanto, não vivemos mais esse isolamento econômico. Com a globalização econômica surgiu o que chamam de economia dinâmica, onde o capital não só circula livremente entre as nações como é criado constantemente. Empresas de tecnologia formadas por dois ou três indivíduos podem ficar milionárias da noite para o dia com a criação de um simples software utilitário. Um autor pode se ver rico em poucas semanas por causa das vendas de seus livros no mundo inteiro. Hoje, é perfeitamente possível uma sociedade onde todos enriquecem (em vários níveis de riqueza, obviamente), e alguns países (Canadá, Finlândia, Coreia do Sul, Japão...) têm mostrados que o capitalismo pode sim ser aplicado de forma eficiente, minimizando a desigualdade social e proporcionando qualidade de vida aos cidadãos, sem totalitarismo, sem genocídios e sem submissão da massa à um Estado Majoritário.
O velho e sedutor discurso socialista, apesar de já ter mostrado na prática inúmeros fracassos e atrocidades contra a humanidade, ainda seduz muitas nações capitalistas, justamente aquelas onde o falho sistema político e cultural não permite que o capitalismo se desenvolva em essência e mostre à que veio. Países assim, em que a política prejudica mais do que ajuda, tende a fomentar cada vez mais a crença de que o socialismo pode ser uma solução, mesmo a história já tendo mostrado que não.
E finalizo com uma citação do escritor Flávio Quintela: "Quem explora o pobre não é o empresário, para o qual quanto mais mercado consumidor melhor, e sim o Estado, para o qual quanto mais miséria e ignorância melhor."

Dênis Girotto de Brito

Escritor

Poeta e contista, autor do livro "Os três lados da moeda: vida e morte em poesia" e colaborador em diversas antologias de contos.

2 comentários:

  1. Verdade pura!
    Infelizmente muitas pessoas se iludem !
    Bjus e bom final de semana!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  2. Quando tiver post novo,avise!
    passei só para desejar uma quinta-feira maravilhosa!
    bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir

© 2014 O Poeta e a Madrugada Traduzido Por: Girotto Brito - Designed By Girotto Brito.