COITADO DO POETA!

by 28.4.14 2 comentários

Poesia é saudade e reencontro
É conto de quem vê o amor bailar
E baila nas palavras a calhar
Desse caminho torto


Coração é lugar de alugar
A qualquer ser que ali se encontre
E se aconchegue nessa fonte
De amor a se revelar

Coitado é do Poeta
Que doma poesia e coração
Sujando suas próprias mãos
de forma tão discreta
Coitado do poeta!


Dênis Girotto de Brito

Escritor

Poeta e contista, autor do livro "Os três lados da moeda: vida e morte em poesia" e colaborador em diversas antologias de contos.

2 comentários:

  1. Amigo, que poema lindo!
    Coitado do poeta mesmo e sempre!!!!!
    Meus parabéns pelo post,poeta amigo!
    bjus no coração
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir

© 2014 O Poeta e a Madrugada Traduzido Por: Girotto Brito - Designed By Girotto Brito.