MORENA DO RIO CAETÉ

by 29.4.14 7 comentários

Sabe como é,
Coração torto de dar pena
Que cede à voz tão serena
Da morena do Rio Caeté

Pois é,
Debruçada na janela
Penso, à minha espera
Aquela linda mulher

Que no fundo só quer
Ver o barco descer o rio,
Ver a chuva trazer o frio
E encantar-se com assovio
De pescador do Caeté

Sabe como é, 
Quero todo seu amor pra mim
Assim, porei tão logo um fim 
Aos sentimentos ruins
De um coração que de fato te quer.



Fonte da Imagem: http://pracadobocage.wordpress.com/2012/04/19/da-minha-janela-2/

Dênis Girotto de Brito

Escritor

Poeta e contista, autor do livro "Os três lados da moeda: vida e morte em poesia" e colaborador em diversas antologias de contos.

7 comentários:

  1. Muito bonito, essa moça deve ser muito linda e faceira. Rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fiz para nenhuma moça em especial, mas sim para todas as moças de nossas vidas. :)

      Excluir
  2. Acompanho sempre seu trabalho e gosto demais.
    Essa poesia em especial transmite aquelas lembranças de cidade de interior às margens de um rio e os amores de vivemos sob a brisa. Bom demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você conseguiu enxergar bem o que eu quis passar na poesia.
      Obrigado por acompanhar minha página. :)

      Excluir
  3. O amor sempre põe o fim a sentimentos ruins.
    O que é mais romântico esperar na janela a fazer uma poesia tão bela.

    Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir
  4. Dênis:
    É uns grande assíduo do Boteco de Blogueiros.
    Agradeço muito por isto.
    E para compensar esta gratidão eu vim te convidar para ser um dos convidados de Domingo.
    Bastar mandar um texto/poesia de tua autoria, uma foto e poucas linhas sobre quem é Dênis Giroto.
    Eu encaixarei na agenda e te direi o dia da publicação;

    E dá uma passadinha também no Histórias, estórias e outras polêmicas

    Abraços;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigado pelo convite. Pode deixar que logo enviarei um bom texto para vocês.
      Grande abraço.

      Excluir

© 2014 O Poeta e a Madrugada Traduzido Por: Girotto Brito - Designed By Girotto Brito.