FEME FATALE

by 25.4.15 8 comentários
{ Ilustração de Girotto Brito }


Fêmea ludibriante
De odor suave feito fruta
Encantadora de serpentes
Provocadora astuta

És caçadora feroz
E eu, a presa
Predadora algoz
Da natureza

Escolhe bem
Cada vítima indefesa
Seduz em hipnose
Mostra-te em beleza

Devora os corações
Desforra os corpos nus
Desova os corpos mortos
Sinta-te, seduz!

Tu és vaidade inteira
Vaidade inteiramente
Crevez chiens, si vous
N’êtes pas contents!


© Girotto Brito

Dênis Girotto de Brito

Escritor

Poeta e contista, autor do livro "Os três lados da moeda: vida e morte em poesia" e colaborador em diversas antologias de contos.

8 comentários:

  1. Lindo demais,amigo poeta!
    As fêmeas são sempre encantadoras e perigosos,
    nós carregamos armas próprias hahahahahahah
    Bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  2. Minha nossa, que mulher, acho que você descreveu perfeita o tão falado 6º sentido de uma mulher, e a fluides da sedução.
    Que coisa mais linda, me sinto uma mulher melhor agora rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  3. E nós, vulneráveis e instintivos homens nada somos para essa predadora, a não ser alimento para a sua vaidade.
    Muito bom Dênis!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  4. Uma poesia encantadora!
    Belíssima a tua sensibilidade, Denis.

    Beijos

    ResponderExcluir

© 2014 O Poeta e a Madrugada Traduzido Por: Girotto Brito - Designed By Girotto Brito.